Sapatos

Narilene ganhou três sapatos. Um deles de salto solto. Outro sem a sola estava. Outro, desenhado a lápis sem ponta, Narilene dobrou para colorir outro dia. E seguiu descalça pelos sonhos que podia ter.

Anúncios

Um comentário

  1. reinodalira
    Enviado 22 de junho de 2012 em 2:02 pm | Link Permanente | Responder

    “Passeando” agora por essa prosa, fiquei curioso…qual seria o fim de Narilene(?!) rs Fantástico, muito bom,parabéns!
    Um grande abraço, amigo Pedro!

Escreva sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: