Beba água

Beba muita água
Sais, solutos, eis que somos.
Dissolva a mágoa até a concentração
De um sorriso
De incisivos ou até cisos.
Ais precipitados nos tecidos
Serão levados no enxágue.
Beba água, muita água.
Somos sais, solutos
E um conjunto de atributos
De controle rigoroso.
Evite o sentimento indigesto;
Meça antes
A palavra e o gesto
E beba água,
Muita água.

Pedro Luiz Da Cas Viegas
Gravataí, 29-30/06/2012

Anúncios

2 Comentários

  1. Enviado 3 de julho de 2012 em 8:11 am | Link Permanente | Responder

    Fantástico!
    Belíssima poesia, meu amigo! 🙂

  2. GUSTAVO HANOCH
    Enviado 2 de julho de 2012 em 12:49 pm | Link Permanente | Responder

    Importantíssimas exortações, mas o que eu vou seguir mesmo são os meus sentidos ao se encantarem com a poesia desses teus versos! Parabéns, amigo Pedro!

Escreva sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: