Amoramaro

A mordo amor
Com todos dentes
Dentes cheios,
Damor tecidos
Carnes amornas,
Carnes, sentes?
Abandonado amorfismo dos sentidos
Ameno amar
Amarameno
Amor amaro
Amargo destilado dos desejos

Pedro Luiz Da Cas Viegas
Porto Alegre, 20/02/2003

Anúncios

Escreva sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: