Visita

Ao sul de meu rancho, ao norte,
por toda parte
chuva de primavera.
Dia após dia eu só enxergo
o voo das gaivotas.
Trilhas repletas de flores,
por que varrê-las?
E para vós, abro enfim
a porta de junco.
O mercado é longe,
e para o almoço
não tenho muita escolha.
Quanto à bebida,
a casa é pobre
e só posso vos oferecer
vinho rústico.
E se convidássemos meu vizinho
para se juntar a nós?
Vou até a cerca chamá-lo;
juntos acabaremos
com esse jarro de vinho.

– Du Fu

Anúncios

Escreva sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: